Ipea: brasileiro está otimista com a economia

Por Marco Antonio L. 

Da Folha.com

Otimismo do brasileiro com a economia cresce, segundo Ipea

DE SÃO PAULO

O otimismo das famílias brasileiras em relação à realidade socioeconômica do país cresceu em outubro, segundo o IEF (Índice de Expectativas das Famílias), divulgado nesta quarta-feira (16). O indicador passou de 63,1, em setembro, para 64,7 no mês passado.

O IEF é elaborado pelo Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), órgão ligado à Presidência da República, e considera o que as famílias esperam da situação econômica do país, a sua condição financeira, suas decisões de consumo e seu nível de endividamento.  O Ipea faz o levantamento mensalmente em 3.810 domicílios, em mais de 214 cidades.

Na escala do Ipea, a pontuação acima de 60 pontos indica otimismo; abaixo de 40, pessimismo.

A elevação da taxa foi impulsionada pelo aumento da confiança nas regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste, sendo superior às ligeiras quedas apresentadas nas regiões Sul e Sudeste.  Na região Norte, a taxa subiu de 57,1, em setembro, para 60. A região Nordeste passou de 63,6 para 66,4. Segundo o Ipea, ambas regiões retomam o crescimento das expectativas, em relação à queda apresentada do mês de agosto para setembro.

No Sul e Sudeste houve queda no otimismo, de 63,9 pontos, em setembro, para 60,9 em outubro, e 63,8 para 62,5, respectivamente. A região Centro-Oeste continua como a região mais otimista do país, com leve alta no mês de outubro, e taxa de 75,5 pontos.

ENDIVIDAMENTO

A pesquisa levanta ainda o grau de endividamento familiar: no Brasil, 7,9% das famílias estão muito endividadas e 54,2% das famílias declaram não ter dívidas.

A maior parte das família muito endividadas fica no Nordeste (10,3%), seguida pelo Norte (9,3%), Sudeste (7,5%), Sul (6,1%) e, por último o Centro-Oeste (3,2%).

As famílias que declaram não ter dívidas são divididas da seguinte maneira: maior concentração no Centro-Oeste (83,2%), seguida pelo Sudeste (61,6%), depois Sul (55,7%), Nordeste (40,6%) e, por fim, Norte (33%).

Aproximadamente 12% das famílias brasileiras pretendem pagar as contas atrasadas em sua totalidade, no mês de outubro. Enquanto isso, 48,5% das famílias pretendem pagar parcialmente as contas e 37,2% não terão condições de pagar as contas atrasadas nesse mês.

Na região Norte, houve aumento no número de famílias que pretendem pagar as contas em sua totalidade, de 3,9% em setembro, para 12,2% em outubro. Em contraste, na região Sul, o número de famílias que se declararam incapazes de pagar as contas atrasadas subiu de 31,4% para 50,7%.  

CONSUMO

Em relação ao consumo de bens duráveis, 54,5% das famílias acreditam que agora é um bom momento para adquirir bens de consumo duráveis, aproximadamente 1% superior ao registrado em setembro. Enquanto isso, 40,9% afirmam não ser um momento ideal para tomar esse tipo de decisão de compra.  

MERCADO DE TRABALHO

Cerca de 80% dos responsáveis pelos domicílios no país sentem-se seguros em sua ocupação atual --resultado semelhante aos meses de julho, agosto e setembro.

Quando a pergunta é voltada para os demais membros da família o otimismo diminui, mantendo-se no mesmo patamar do mês anterior, com um nível de segurança de aproximadamente 75% para todos os membros da família, para a média nacional.

A região Norte é onde os familiares se sentem mais seguros no emprego, com uma taxa de 98%, seguido pelo Sul (87,8%), Sudeste (82,0%), e Centro-Oeste (76,0%).

Nenhum voto
3 comentários
imagem de Cássia Ferreira Andrade
Cássia Ferreira Andrade

E mais uma vez o PIG se mostra equivocado.

Sugiro a leitura do Projeto Nacional: http://blogprojetonacional.com.br/a-inflacao-e-maria-antonieta/

 
 
imagem de Tio_Zé
Tio_Zé

Acho que isso explica porque ninguém vai pras marchas contra corrupção... A percepção é de que ela não é tão grande a ponto de impedir o progresso econômico e social do povo. Infelizmente a oposição golpista não traz nenhum estudo sério sobre o impacto da corrupção na economia e em comparação com outros países.

 
 
imagem de Roque
Roque

Com o clima de otimismo que a pesquisa do IPEA mostra o PIG pode convocar umas quantas manifestações... Pra eles a expectativa deve ser bastante pessimista... Para melhorar precisam primeiro tomar umas aulas de povo brasileiro feliz...

 
 

Postar novo Comentário

O conteúdo deste campo é privado não será exibido ao público.
CAPTCHA
Esta questão é para testar se você é um visitante humano e impedir submissões automatizadas por spam.
CAPTCHA de imagem
Digite os caracteres exibidos na imagem acima.

Faça seu login e aproveite as funções multímidia!